terça-feira, 9 de junho de 2015

Não adianta insistir: confira outros 10 lugares que você não pode visitar

1 – Fort Knox
Local: Estados Unidos.
Coordenadas: 37° 52′ 59.52″ N, 85° 57′ 54.9″ W.
Conhecido pelo nome oficial de “United States Bullion Depository” — ou “Depósito de Ouro dos Estados Unidos” —, o Fort Knox foi construído em meados da década de 30 para guardar as reservas de ouro dos EUA. O edifício também já chegou a abrigar a Declaração de Independência dos Estados Unidos, a Constituição, uma cópia da Magna Carta e várias joias, reservas e documentos históricos de países europeus durante a Segunda Guerra Mundial.
O Fort Knox conta com dois andares, e a entrada ao cofre é guardada por uma porta com mais de meio metro de espessura pesando 20 toneladas. Além disso, originalmente, a estrutura foi construída com 750 toneladas de aço reforçado, 670 toneladas de cantoneiras também de aço, mais de 450 metros cúbicos de granito e quase 3,2 mil metros cúbicos de concreto.
O forte é guardado por câmeras de segurança, alarmes, arame farpado, cercas elétricas, minas terrestres, guardas fortemente armados, microfones e por batalhões que formam parte das unidades do exército que montam acampamento na área. O motivo? Atualmente, o Fort Knox guarda um total de aproximadamente 4,2 milhões de quilos de ouro — apenas! —, e o acesso ao interior do cofre, obviamente, é terminantemente proibido.

2 – Arquivos Secretos do Vaticano

Local: Cidade do Vaticano.
Coordenadas: 41° 54′ 16.9″ N, 12° 27′ 17.1″ E.
Além de ser o local que guarda todos os atos já promulgados pela Santa Sé, assim como todo tipo de documento papal acumulado ao longo dos séculos, estima-se que Arquivos Secretos do Vaticano contam com quase 84 quilômetros de prateleiras repletas de materiais, e que eles contam com 35 mil volumes apenas no “catálogo seletivo”.
Na verdade, os documentos guardados no local não são tão secretos assim e podem ser consultados publicamente — contanto que eles tenham mais de 75 anos. Além disso, existem índices disponíveis para quem quiser conferir quais são os textos e obras que constam no acervo geral.
Contudo, o acesso físico aos Arquivos Secretos do Vaticano é terminantemente proibido, e, se você quiser verificar algum texto, primeiro é necessário enviar um pedido solicitando o documento específico que você deseja consultar.

3 – Mezhgorye

Local: Rússia.
Coordenadas: 54° 15′ 18″ N, 58° 6′ 7.2″ E.
Mezhgorye é o nome de uma cidade militar fechada localizada próximo ao Monte Yamantaw, nos Montes Urais, na Rússia. A localidade foi fundada a partir da fusão das guarnições militares Beloretsk-15 e Beloretsk-16 — e possivelmente de uma terceira chamada Alkino-2 — em 1995 e ficou conhecida no resto do mundo após ser descoberta por satélites espiões norte-americanos no final dos anos 90.
Segundo a estimativa de especialistas, Mezhgorye — que ainda está em construção — ocupa uma área de mais de 980 quilômetros quadrados e tem capacidade para abrigar uma população de 60 mil pessoas. Além disso, militares norte-americanos observaram vários projetos de escavação no local ao longo dos anos, o que levantou fortes suspeitas de que a cidade abrigaria uma instalação nuclear secreta e possivelmente um bunker.
Os russos já apresentaram várias explicações a respeito da movimentação em Mezhgorye, alegando que a cidade não oferece qualquer risco aos EUA. Segundo disseram, o local funcionaria como um centro para trabalhos de mineração, que lá existiria um enorme cofre que guarda tesouros russos, um abrigo nuclear e um armazém para alimentos. No entanto, nenhuma dessas justificativas convenceu os norte-americanos completamente.

4 – Bohemian Grove

Local: Estados Unidos.
Coordenadas: 38.468091° N, 123.002671° W.
Localizado em Monte Rio, em São Francisco, mais precisamente na Bohemian Avenue 20.601, o Bohemian Grove é um clube extremamente exclusivo composto apenas por homens. A organização foi fundada no finalzinho do século 19, e os integrantes — membros da elite econômica, política e artística dos EUA — se reúnem anualmente durante duas semanas em um acampamento.
Alguns dos membros mais ilustres do clube incluem ex-presidentes norte-americanos — como Eisenhower, Nixon, Ford, Reagan e o Bush pai e filho —, assim como figurões famosos como Mark Twain, William Hearst, Clint Eastwood e integrantes da família Rockefeller. Segundo os rumores, nesses retiros os sócios participam de uma série de cerimônias carregadas de simbolismos e rituais.
A lista de espera para entrar no Bohemian Grove é de 15 a 20 anos, e é necessário que o aspirante seja convidado por dois membros do clube. Além disso, o candidato deve provar que frequentou alguma universidade de elite e que é muito bem relacionado. Uma vez aceito, o novo integrante precisa pagar uma taxa de iniciação de US$ 25 mil — além de taxas anuais de sócio no valor de US$ 5 mil.

5 – Igreja de Santa Maria de Sião

Local: Etiópia.
Coordenadas: 14° 7′ 49″ N, 38° 43′ 10″ E.
Na verdade, não é a Igreja de Santa Maria de Sião que tem a entrada proibida, mas sim a Capela das Tábuas, que faz parte do mesmo complexo. E o motivo da restrição é o fato de o local supostamente guardar nada menos do que a Arca da Aliança, que teria sido levada de Jerusalém à Etiópia pela Rainha de Sabá e o filho do Rei Salomão.
Segundo a tradição, a capela é guardada por um monge guardião que é escolhido para passar a vida inteira confinado no local — rezando e fazendo oferendas diante da relíquia. Antes de morrer, o guardião deve nomear quem será seu sucessor, e, no caso de que ele faleça antes de fazer isso, os membros do mosteiro de Santa Maria de Sião então devem se reunir e realizar uma votação para eleger o novo defensor da Arca.
Muitos historiadores duvidam das alegações de que a verdadeira Arca da Aliança realmente se encontra no interior da Capela das Tábuas. Mas, como ninguém além do guardião pode ter acesso à relíquia, é impossível provar se o artefato é autêntico ou não.

6 – Centro de operações de emergência Mount Weather

Não só você não pode ir para esse lugar como é bem provável que você nem queira. Mount Weather é um centro que foi construído pelo governo dos EUA em 1950 e funciona até os dias de hoje, sendo que tudo o que acontece lá dentro é extremamente confidencial, misterioso e suspeito. Ninguém sabe o que se faz, de fato, em Mount Weather, mas, se você for um simples turista, é melhor não descobrir. Os caras têm influência até mesmo em satélites que controlam os mais diferentes tipos de comunicação.

7 – Santuário Grande Ise

Fonte da imagem: Reprodução/Catalogs
Este templo sagrado fica no Japão e foi construído no século IV a.C., sendo inteiramente dedicado a Amaterasu, a deusa do Sol. É lá onde está, teoricamente, o Naik, uma espécie de espelho da mitologia japonesa.
O templo é demolido e reconstruído a cada 20 anos, para simbolizar a morte e o renascimento – atualmente, está em processo uma das fases de reconstrução da estrutura. As poucas pessoas autorizadas a entrar no local são alguns padres e membros da família imperial japonesa.

8 – Sala 39

Fonte da imagem: Reprodução/ListVerse
Nem pense em tentar descobrir o endereço deste lugar misterioso e alvo de inúmeras especulações – e é até bom que você seja proibido de entrar nele. A sala misteriosa, que, ao que tudo indica, fica na capital da Coreia do Norte, Pionguiangue, foi criada na década de 1970 e é o local utilizado pelo governo para discutir estratégias de obtenção de uso de moedas estrangeiras. Apenas pessoas de extrema confiança podem entrar nessa sala.
Algumas especulações defendem a ideia de que o local é usado para transações ilegais que envolvem contrabando de armas e tráfico de drogas. A organização é acusada também de usar várias contas bancárias na China e na Suíça para transações ilegais e lavagem de dinheiro. O governo do país nega a participação em operações ilícitas.

9 – Clube White de Cavalheiros

Fonte da imagem: Reprodução/ListVerse
Pode ser chamado também de Clube do Bolinha, já que mulheres são proibidas e as reuniões feitas pela ala masculina não são nada importantes, secretas ou surpreendentes. O clube foi fundado em 1693 na Inglaterra pelo italiano Francis White – seu nome original, não traduzido, era Francesco Bianco –, que, à época, queria apenas divulgar um produto.
Hoje, o Clube White de Cavalheiros é bastante rigoroso quando o assunto é aceitar um novo membro: o candidato precisa ser convidado por alguém que já está no clube e a pessoa que convida deve ter o apoio de outros dois sócios.
Os integrantes do clube têm fama de fazer apostas estúpidas, com a intenção de apenas desperdiçar dinheiro. Uma das situações mais conhecidas sobre isso é uma aposta de 3 mil libras – mais de R$ 10 mil – para escolher, entre duas gotas de chuva na janela, qual seria a primeira a cair naturalmente. E aí, interessado em fazer parte da patota?

10 – Clube 33

Fonte da imagem: Reprodução/ListVerse
Tudo sobre este lugar é estranho. Onde ele fica? Na Disneylândia. O que ele proporciona? Reuniões secretas, venda e consumo de bebidas alcoólicas e festinhas particulares. É proibido entrar? Não exatamente, mas você vai precisar enfrentar uma fila de espera de 14 anos e pagar uma taxa que varia de US$ 10 mil a US$ 30 mil.
FONTE(S) 
IMAGENS 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

3 frases do dia